06/05/2022 às 11h07min - Atualizada em 06/05/2022 às 11h07min

Homem é condenado a 20 anos de prisão por homicídio em Espera Feliz

Justiça

Imagem ilustrativa

Nesta quinta-feira (05), ocorreu a Sessão do Tribunal do Júri pelo homicídio praticado por E.C.M e N. M. C. contra a vítima Paulo César Moraes, no dia 25/06/2002.

Consta da denúncia que os acusados teriam se dirigido até a residência da vítima, no Córrego São Gonçalo, zona rural de Espera Feliz, tendo N.M.C chamado pela vítima, enquanto o primeiro denunciado o aguardava, em tocaia, nas margens do terreiro da referida residência.


Em dado momento, N.M.C começou a agredir verbalmente a vítima, a fim de desviar sua atenção e, enquanto a vítima conversava com N.M.C, E.C.M saiu de trás de alguns arbustos próximos ao local, momento em que efetuou, com vontade de matar, vários disparos contra a cabeça da vítima, causando lesões que foram a causa eficiente de sua morte. O motivo seria uma dívida que a vítima de R$50,00 que a vítima teria com os denunciados.


Os réus estavam foragidos, mas E.C.M foi preso e julgado no ano de 2009 e condenado a 16 anos de reclusão. N.M.C permaneceu foragido por mais alguns anos, vindo a ser preso em 2014. Na data de hoje, foi o julgamento de N.M.C, tendo a sessão começado às 9h, sendo sorteados os jurados e ouvidas a viúva, o filho da vítima e uma testemunha e depois Promotoria e Defesa debateram. Ao final, os jurados reconheceram a prática do homicídio duplamente qualificado pela emboscada e pelo motivo torpe, tendo o Juiz Presidente fixado uma pena de 20 anos de reclusão.


Segundo o Promotor de Justiça Vinicius Bigonha, apesar de a condenação não lavar a dor da alma dos familiares, que traga um pouco de acalento e a permita que encerrem esta etapa de suas vidas, sabendo da punição do algoz de seu ente querido.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »