15/12/2020 às 10h27min - Atualizada em 15/12/2020 às 10h27min

Produtor de Espera Feliz leva o prêmio de melhor café de Minas Gerais

Café de qualidade

Portal Caparaó
Mais uma vez Espera Feliz foi bem representada no Concurso Estadual de Qualidades dos Cafés de Minas Gerais. 


O produtor campeão do estado é o agricultor familiar Ademir Abreu de Lacerda, de Espera Feliz. Este é o quarto ano consecutivo que um cafeicultor do município leva o grande prêmio estadual. Além disso, o pai do Ademir, seu Onofre, já venceu a competição em 2012. São três gerações na família produzindo café. 


Também de Espera Feliz, o produtor José Alexandre Abreu de Lacerda ficou em 2° lugar, e a produtora Maria Luiza Lacerda Luiza Lacerda Gomes ficou em 3° lugar e junto levou o Prêmio Mulher Empreendedora.


O anúncio dos vencedores da competição foi feito nesta segunda-feira (14/12), em solenidade virtual promovida pela empresa, com a participação de produtores rurais, técnicos e autoridades. 


A emoção é muito grande de estar aqui, representando esta família. Agradeço a todos que nos ajudaram nessa caminhada, a nossa família, ao pessoal da Emater e do Sicoob. Trabalhamos muito e o trabalho está reconhecido graças a Deus. Muito obrigado”, disse Ademir Lacerda ao comemorar o prêmio por videochamada. 



Cafés campeões


O 17º Concurso de Qualidade de Cafés de Minas Gerais contou com 1.792 amostras participantes, das quatro regiões produtoras do estado: Cerrado Mineiro, Chapada de Minas, Matas de Minas e Sul de Minas.  O concurso tem duas categorias: Café Natural e Café Cereja Descascado, Despolpado ou Desmucilado.


O produtor Ademir Abreu de Lacerda foi o campeão geral ao obter 92 pontos (de um total de 100), de acordo com a metodologia da Associação de Cafés Especiais (SCA). O concurso também anunciou os campeões regionais de cada categoria, além do café com a maior nota produzido por uma cafeicultora, que recebeu o certificado de Mulher Empreendedora. O título foi dado à agricultora Maria Luiza Lacerda Gomes, sobrinha do Ademir, também moradora de Espera Feliz.


Mais de 100 cafeicultores de Espera Feliz produzem cafés especiais. A agricultura familiar é predominante no município.


Nos últimos anos, os cafés de Espera Feliz premiados em concursos têm sido comercializados, em média, por R$ 3 mil a saca de 60 quilos. Mas alguns lotes chegaram a mais R$ 15 mil por saca.   Para se ter ideia da valorização, a saca do café commodity (considerado comum), é comercializada por aproximadamente R$ 500. 


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »