18/12/2019 às 15h45min - Atualizada em 18/12/2019 às 15h45min

Regional de Saúde de Manhumirim descentraliza distribuição de soro antiveneno

Novo fluxo de distribuição

Secretários municipais de saúde, coordenadores e servidores da saúde dos municípios da área de abrangência da Regional de Saúde de Manhumirim se reuniram na tarde dessa terça-feira (17/12), para conhecer o novo fluxo de distribuição de soro antiveneno para os 34 municípios em sua área de jurisdição. A reunião, que aconteceu no auditório da Regional, foi realizada pelo Núcleo de Epidemiologia.

Na ocasião foram apresentados dados de acidentes com animais peçonhentos nos municípios da região, bem como os critérios adotados pelos técnicos da Regional para a escolha das localidades que passam a ser bases de soroterapia e dispensação. “Conforme análise da série histórica criamos o fluxo e distribuímos o soro, destacou Ernerto Grillo, coordenador de Epidemiologia da Regional de Saúde. Ernesto frisou ainda que a Regional atualizará as informações de estoque de soro nos municípios bases e orientou o estabelecimento de um canal de comunicação entre eles, para que um possa apoiar o outro em caso de baixa no estoque", disse.

 

Distribuição dos soros

A partir de agora, Manhuaçu passa a fornecer soro antiveneno para os municípios de Abre Campo, Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Caputira, Chalé, Durandé, Lajinha, Luisburgo, Manhuaçu, Manhumirim, Martins Soares, Matipó, Mutum, Reduto, Santa Margarida, Santana do Manhuaçu, São João do Manhuaçu e Simonésia.

Já o município de Carangola passa a distribuir para Caiana, Caparaó, Carangola, Divino, Espera Feliz, Faria Lemos, Fervedouro, Orizânia, Pedra Bonita, Pedra Dourada, Tombos.

E o município de Ipanema passa a ser polo das cidades de Conceição de Ipanema, Ipanema, Pocrane, São João do Mantimento e Taparuba.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »