17/12/2019 às 10h28min - Atualizada em 17/12/2019 às 10h28min

Espera Feliz completa 81 anos de emancipação política

Parabéns Espera Feliz

Neste dia 17 de dezembro de 2019, Espera Feliz completa 81 anos de emancipação política.
 

UM POUCO DA HISTÓRIA DO MUNICÍPIO

A tradição informa que uma comissão de engenheiros, tendo sido enviada pelo Governo Imperial de D. Pedro, para procedimento de pesquisa na região, acampou no local onde está situada a atual Praça da Bandeira, no centro da cidade. Como de costume, alguns engenheiros, membros da comissão imperial, puseram-se à espera de possíveis caças que eram abundantes na região. Como era de se esperar, não faltaram caças e, após dias sucessivos, foram “FELIZES”, naquela empreitada e daí surgiu o primitivo nome de “FELIZ ESPERA”.

Conta-se ainda, que o Cap. Antonio Carlos de Souza, residente em Carangola, ao adquirir uma vasta gleba de terra, dentro do qual se assenta, a maior parte da cidade de Espera Feliz, vinha com familiares e amigos de quando em vez, passear e caçar nas terras que havia comprado. A caça era deveras, abundante e fácil. Eram muito “FELIZES” à “ESPERA” da caça. E quando eram indagados sobre aonde tinham ido, diziam simplesmente: “Fomos à Feliz Espera”, isto é, onde se é “FELIZ” na “ESPERA” da caça. Daí o nome foi pegando. “Se non é vero, é bene provato”, como diz o ditado italiano.

 

Mas o nome primitivo, dado pelos primeiros entrantes era Braço do Rio, por causa da confluência dos dois rios que banham a cidade. Pois, até o início do século XIX, esta região era interditada à exploração. Constituía-se a chamada “Zona Proibida”, área em que a mata não podia ser aberta para a ocupação humana, pois servia de barreira natural à região do ouro, evitando assim o contrabando.

Assim quando os primeiros desbravadores chegaram a esta estas terras, no início do século XIX, à época habitada por tribos da etnia “puri coroados” demarcaram com cruzes dedicadas respectivamente a:

São Sebastião onde hoje se localiza o povoado de São Sebastião da Barra;

São Gonçalo onde hoje se localiza o povoado de São Gonçalo;

São João Batista onde hoje se localiza a cidade de Caiana;

Divino Espírito Santo onde hoje se localiza o Distrito de Divininho (Caiana);

São José onde hoje se localiza o Distrito de São José da Pedra Menina;

Santo Antonio de Pádua onde hoje se localiza a comunidade do Cruzeiro;

Santa Rita de Cássia onde hoje se localiza o povoado de Santa Rita (Caparaó);

Nossa Senhora da Conceição onde hoje se localiza a cidade de Alto Caparaó;


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »