26/07/2019 às 14h15min - Atualizada em 26/07/2019 às 14h15min

Empossado novo Diretor do Parque Nacional do Caparaó

Juninho do Artesanato

O tecnólogo em gestão ambiental e empresário do ramo de turismo na cidade de Alto Caparaó, Dalmes Dutra Cardoso Júnior, conhecido também como Juninho do Artesanato, foi empossado nesta quinta, 25/07, como novo Diretor do Parque Nacional do Caparaó, onde está localizado o Pico da Bandeira (2.892 m de altitude).

A Portaria com a nomeação foi publicada no dia 15 de julho pelo presidente do Instituto Chico Mendes (ICMBio), Homero Cerqueira e nesta quinta-feira (25) aconteceu em Alto Caparaó a Cerimônia de Posse.

 
 

“O nosso lema é ‘Pequenas ações com grandes resultados’. O Parque Nacional do Caparaó tem boa estrutura, mas falta dar uma repaginada para melhorar sua aparência, melhorar as trilhas, dar mais qualidade e conforto ao visitante naquilo que ele busca nas áreas de uso público como as cachoeiras, acampamento, trilhas, acessos, isso tanto na Portaria do Alto Caparaó, que é a sede, quanto no Portaria do Espírito Santo”, reforçou.



Segundo o novo diretor, quer “trabalhar em conjunto com todas as comunidades no entorno, entendendo que somos um conjunto, mas que somos um só; e os benefícios tem que chegar a todos. Não será uma ação exclusiva para o Alto Caparaó, iremos visar todas as cidades que trabalham e dependem do Parque Nacional do Caparaó para sua economia em relação ao trade do turismo”.

Durante a posse, com a presença de funcionários, colaboradores e parceiros, Dalmes Júnior ressaltou que está feliz e honrado por ter sido escolhido, trabalha há 10 anos na área ambiental, é formado em tecnologia em gestão ambiental, foi presidente de associação relacionada ao meio ambiente e tem sua caminhada junto à preservação ambiental, reflorestamento e também 22 anos como empresário no ramo de turismo.

“Conheço as necessidades, ouço todos os dias as sugestões e espero honrar a todos neste cargo, fazendo o melhor para todos e para toda a região” relatou.
Juninho do Artesanato frisou a importância da preservação ambiental, disse que preza por isso e o Parque Nacional vai continuar com sua área; está em processo de concessão, mas isso ainda não foi discutido, definido pelo ICMBio, e que é um processo de longo prazo.

“Estou aqui para a gestão do Parque Nacional do Caparaó com trabalho voltado para o lado econômico e da preservação ambiental. Minha formação é essa, e o propósito é também ‘Desenvolvimento sem degradação do meio ambiente’. Serão usadas as áreas de uso público existentes hoje, para dar continuidade, melhorar o uso e dar mais eficiência sem degradar, além das pequenas ações e grandes resultados. Não será aumentado nem um metro quadrado de área onde possa haver algum impacto à natureza, é minha prioridade”, concluiu o novo diretor voltando a frisar que vai trabalhar em parceria com todas as comunidades.

Com informações do site Silvan Alves

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »