07/06/2022 às 14h51min - Atualizada em 07/06/2022 às 14h51min

Governo do ES anuncia investimentos na área ambiental do Caparaó Capixaba

Projeto Floresta + Produtiva

Em comemoração à Semana do Meio Ambiente, o Governo do Estado anunciou, nesta segunda-feira (06), uma série de investimentos visando a ampliação e melhoria da gestão ambiental em todo o Espírito Santo. 

São ações para expansão de programas de gestão hídrica, de educação ambiental, de municipalização do licenciamento ambiental municipal e de enfrentamento às mudanças climáticas. 

Entre as novidades, o lançamento de editais de restauração florestal e de projetos de promoção ao desenvolvimento sustentável em comunidades no interior em diversos municípios do Caparaó.

Além de expansão de programas de gestão hídrica no campo tecnológico e científico, na pulverização de ações de educação ambiental e na dinamização da municipalização do licenciamento ambiental municipal e na entrega de veículos que darão suporte à política de enfrentamento às mudanças climáticas no Estado. Também foram anunciadas novas obras de ampliação e melhoria dos serviços de saneamento básico.


O Projeto Floresta + Produtiva tem como principal objetivo apoiar a implementação de sistemas agroflorestais e de estruturas físicas do solo que permitam a melhoria qualitativa e quantitativa da água, propiciando a sustentabilidade econômica e ambiental de comunidades rurais. Serão mais de R$ 25 milhões em investimentos no período de três anos. Inicialmente, o projeto vai contemplar a região do Caparaó, em 12 comunidades rurais de 12 municípios da microrregião, possibilitando a criação de Núcleos de Produção Florestal Sustentável (NPFS) de base florestal. 


Também foi anunciado o início das obras de reforma e ampliação da sede do Parque Estadual Cachoeira da Fumaça, em Alegre, com investimento de R$ 3,72 milhões, bem como a publicação do edital das obras de construção da nova sede e reforma das atuais estruturas do Parque Estadual Pedra Azul, em Domingos Martins, com investimento de R$ 5,33 milhões.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »