09/03/2022 às 14h38min - Atualizada em 09/03/2022 às 14h38min

Ex-aluna do Senar empreende com derivados de leite em Espera Feliz

Qualificação dos cursos

O gosto pela cozinha e o conhecimento adquirido no curso de Laticínios, oferecido pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Espera Feliz em parceria com o Sistema FAEMG/SENAR/INAES/Sindicatos, tornaram-se uma oportunidade de negócio para Hyllana Silva de Oliveira.

Assim que terminou a capacitação, em dezembro de 2021, Hyllana passou a usar parte do leite produzido na propriedade para fabricar iogurtes e doce de leite e criou a marca Produto Artesanal Oliveira Shallon. As vendas, sob encomenda, foram sucesso imediato e seguem sendo um complemento à sua renda.


O queridinho dos clientes é o iogurte de morango com pedaços da fruta. “Fazia embalagens de 500ml, mas todos estavam dizendo que era pouco e acabava rápido demais. Agora faço embalagens de um litro e vendo por R$15”, contou.



A empreendedora se prepara para iniciar a fabricação de queijos e ressaltou que, mesmo depois da formação, conta com o auxílio do instrutor Mauro Mansur. “Ele é um excelente professor, muito atencioso! Deixou todos os processos claros para a gente e se mostrou disponível para entrarmos em contato. Assim que comecei a produção, fiquei em contato com ele para garantir que estava fazendo da maneira correta”. 


O instrutor reforçou que o interesse de Hyllana no aprendizado foram fundamentais para o sucesso do empreendimento. “Ela aprendeu como processar corretamente o leite e a elaborar produtos com qualidade e de acordo com as normas higiênico-sanitárias. Sinto-me gratificado ao ver uma ex-aluna conseguindo agregar mais valor ao leite e elevar a sua qualidade de vida. Eu a parabenizo pela iniciativa e espírito empreendedor”, disse Mauro Mansur. 


Para o mobilizador do Sindicato de Espera Feliz, Leonardo Chaves de Souza, a história de Hyllana ilustra as oportunidades que o Sistema FAEMG oferece especialmente às mulheres do campo para que desenvolvam suas habilidades. “É muito importante oferecer espaços para as mulheres porque o aprendizado delas contribui para o desenvolvimento de suas comunidades e da sociedade. As mulheres dão show em todos os cursos que participam”.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »