15/02/2022 às 12h09min - Atualizada em 15/02/2022 às 12h09min

Polícia Militar Ambiental resgata ave de aparição rara na região do Caparaó

Tucano-de-bico-verde

Na manhã desta terça-feira (15) militares do 2º Pelotão da 4ªCia do BPMA receberam uma solicitação de recolhimento feita por um morador de Divino de São Lourenço. Tratava-se de um tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus) uma espécie nativa do Brasil, comum em regiões de serra da Mata Atlântica, porém suas aparições tem se tornado raras na região devido à destruição de seu habitat natural.

A ave foi encontrada com saúde, no entanto, com as penas das asas cortadas, característica que foi tomada em cativeiro e escapou, possui o bico grande como uma espada, garganta e peito amarelos e barriga vermelha, tem cerca de 45 centímetros e pesa em torno de 300g.

O tucano-de-bico-verde é encontrado nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, bem como no extremo sul da Bahia e no sul de Goiás. Seus hábitos alimentares são, basicamente, frutos de palmito juçara, embaúbas e pequenos insetos.

Após o recolhimento a ave foi entregue aos agentes do IEMA onde passará por avaliação veterinária para que seja reintroduzido ao seu habitat natural.

A Polícia Militar Ambiental orienta que ao depararem com tal situação comunique de imediato aos órgãos ambientais responsáveis, capacitados para fazerem o recolhimento de animais silvestres e alerta que o ato de cortar as asas de aves, mesmo que sejam só penas é considerado crime de mutilação e maus tratos a animal e pode acarretar em pena de detenção de três meses a um ano, e multa segundo a Lei 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais).

Para denúncias à Polícia Militar Ambiental é só ligar no Disque Denúncia, telefone 181 ou pelo site https:/disquedenuncia181.es.gov.br


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »