13/01/2022 às 12h34min - Atualizada em 13/01/2022 às 12h34min

Em Guaçuí polícia fecha fábrica clandestina de medicamentos

Região

Nesta última quarta-feira (12), a Polícia Civil de Guaçuí identificou e fechou uma fábrica clandestina de medicamentos, no bairro Manoel Alves Siqueira. O responsável pelo local é um homem, de 35 anos, natural de Cachoeiro de Itapemirim, que segundo ele, estava morando há cerca de dois anos naquela casa alugada.


De acordo com a Polícia Civil, a ação é resultado de uma denúncia anônima que apontava o local como ponto de venda de medicamentos e até de consumo de drogas. Contudo, ao chegar no endereço, os policiais se pararam com máquinas para preencher os remédios, diversas caixas de insumos, capsulas e frascos, acondicionados em condições precárias de higiene.


Ainda segundo a PM, sem licença para esse tipo de produção, o dono da fábrica clandestina contou que produzia e vendia remédios para emagrecer e malhar, como por exemplo, creatina, BCAA e chá verde. Haviam remédios tanto fitoterápicos quanto químicos.


A Vigilância Sanitária foi acionada e acompanha o caso. O destino principal dos medicamentos seria o município de Bom Jesus do Itabapoana.

Por ser réu primário, o dono da fábrica responderá pelo crime em liberdade, após pagar uma fiança.


Fonte: Jornal Fato 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »