04/01/2022 às 09h54min - Atualizada em 04/01/2022 às 09h54min

Tio atira nas pernas do sobrinho que decidiu deixar o negócio da família em Carangola

Carangola

Um homem de 60 anos foi detido pela Polícia Militar (PM) por atirar no sobrinho de 42 anos. Os dois teriam trocado agressões após uma discussão pela quebra de uma sociedade entre os familiares. O caso, que aconteceu no domingo (2), em um sítio na cidade de Carangola, Zona da Mata mineira, foi registrado como tentativa de homicídio pela PM.


Segundo a vítima, a discussão foi causada pela sua saída da sociedade de criação de aves ornamentais que tinha com o tio. Ambos se agrediram verbal e fisicamente, até que o autor buscou um revólver e atirou nas pernas do sobrinho, que fugiu do local.


A vítima foi atingida por dois disparos na parte de trás das coxas. Ainda em depoimento, o homem afirmou ter fugido de carro e, depois de ser socorrido por um conhecido, foi encaminhado para um hospital local. 


Após o registro da ocorrência, a PM fez buscas pelo autor e pela arma. O idoso se entregou na mesma noite e alegou ter fugido em direção da mata após o acontecimento.


Em depoimento aos militares, o idoso afirmou que o atrito entre as partes vem acontecendo desde que o sobrinho relatou que sairia da sociedade. Ele afirmou ter sido abordado enquanto tratava das criações, quando a discussão e as agressões se iniciaram.


O homem de 60 anos afirmou ter pedido que o sobrinho fosse embora, mas este não aceitou. Com receio de novas agressões, o autor afirmou ter pego uma arma, que estava guardada em um cofre, e atirou em direção ao chão, atingindo o outro homem por acidente. 


Segundo a PM, o idoso foi preso em flagrante por porte ilegal de arma e tentativa de homicídio. O autor teria ficado em observação em um Pronto Socorro da região, mas foi liberado pela manhã desta segunda-feira (3).


Fonte: Rádio Itatiaia 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »