18/09/2021 às 14h54min - Atualizada em 18/09/2021 às 14h54min

Show de MC Poze é cancelado em Guaçuí horas antes do evento

O Ministério Público em parceria com a Prefeitura, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, realizaram o embargo do evento "Tô voando alto".


Um show do funkeiro MC Poze do Rodo foi cancelado em Guaçuí, nesta sexta-feira (17), horas antes do evento. O Ministério Público em parceria com a Prefeitura, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, realizaram o embargo do evento "To voando alto" em um estabelecimento localizado no bairro João Ferraz de Araújo, às margens da BR 482.


Segundo informações da Prefeitura de Guaçuí, o estabelecimento não possui licença para funcionar como casa de show.


Os organizadores do evento, responsáveis pelo local onde seria o show, publicaram uma nota de esclarecimento, onde lamentaram o ocorrido, pediram a compreensão de todos e garantiram o reembolso ou reagendamento dos ingressos. "Cumpre-nos esclarecer que o show não pudera ser realizado por motivos de segurança pública, delegadas por Ordens Judiciais através do Ministério Público. Comunicamos, ainda, que o show será remarcado em breve e todas as informações serão repassadas através de nossa equipe em nossa página oficial. Informamos também, que o reembolso ou reagendamento dos ingressos serão feitos através do telefone de contato: (28)99979-7351. Lamentamos pelo cancelamento tardio do evento, a qual nos fora informado horas antes de seu início e contamos com a compreensão de todos", diz a nota.


O funkeiro, chegou a publicar nas redes sociais imagens de sua viagem à Guaçuí. Ele também publicou uma nota de esclarecimento. "MC Poze do Rodo e sua equipe vem, por meio deste, informar que o show previsto para ser realizado no dia 17/09/2021 em Guaçuí não ocorrerá. O evento foi cancelado pelos contratantes que alegam decisão do Ministério Público, impedindo a realização do mesmo. Pedimos desculpas a todos os fãs e estaremos, junto a organização do evento, avaliando a possibilidade de realização do show em nova data".

Fonte: Jornal Fato




 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »