23/06/2021 às 12h05min - Atualizada em 23/06/2021 às 12h05min

Homem mata a prima para ficar com seguro de vida de R$ 15 milhões em Muriaé

 

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu um policial militar de 35 anos supeito de matar a prima de 34 anos em Muriaé, no início do mês. Segundo as investigações, o homem cometeu o crime com o intuito de receber indenizações de seguro de vida da vítima que ultrapassavam R$ 15 milhões. 



Segundo informações divulgadas pela Polícia Civil nesta terça-feira (22), Nayara Andrade foi morta em um salão de beleza no bairro Barra. Ela chegou a ser socorrida com vida e dias que tinha sido vítima de um roubo.  Na versão dela, um homem desembarcou de um veículo sem placa, pediu o celular dela e deu cinco tiros atingindo as pernas e tórax da mulher, que morreu um dia após ser internada. 



Após investigações, a polícia descobriu que o autor do crime é um primo da vítima. Ele forjou documentos para receber indenizações relativas a seguros de vida contratados em nome da vítima que somam R$ 15 milhões.  Um outro homem de 39 anos suspeito de ter envolvimento no crime também foi preso. Ele era morador de Santa Luzia na região metropolitana de Belo Horizonte. 



O policial militar ficou preso em um batalhão da Polícia Militar. Ele foi afastado da corporação e um processo administrativo foi instaurado.


Fonte: O Tempo


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »