10/05/2021 às 14h59min - Atualizada em 10/05/2021 às 14h59min

Polícia Militar de Meio Ambiente frustra caçada em Alto Caparaó

Combate a caça predatória

Na madrugada deste último sábado dia (08), por volta das 4h30min, durante operação de combate a caça predatória de animais silvestre, os militares do grupamento de Polícia Militar de Meio Ambiente de Alto Caparaó determinaram que o motorista de um veículo Fiat/Uno parasse, contudo, o condutor tentou evadir sendo impedido pelos militares que conseguiram abordar o veiculo, que estava ocupado por três pessoas.

 

Durante a vistoria no automóvel, notaram a presença de seis cães da raça beagle, comumente usado na prática de caça de animais. Os policiais imediatamente perceberam que frustraram a caçada e não encontrando armas e armadilhas no automóvel passaram a buscar nas imediações do local da abordagem, tendo encontrado a aproximadamente 800 metros do local um embornal com 4 armas, munições, lanternas, canivetes e outros materiais.



Ao dialogarem com os ocupantes do automóvel um deles acabou por admitir que as armas e materiais encontrados era de sua propriedade e que realmente estavam indo caçar javali.



Ainda durante conversa, outro abordado acabou afirmando possuir uma arma em sua casa. Os policiais compareceram a residência dele e apreenderam uma espingarda que originalmente seria de pressão, porém foi modificada para receber munição do calibre 22 o que é proibido.


Por estar sendo utilizado para transportar armas o automóvel também foi apreendido.


Os dois autores e o motorista do Fiat/Uno foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Manhuaçu onde foi ratificado o flagrante.


O Tenente Rodrigues afirmou que com essa ação a equipe de Policiamento Ambiental coopera para a redução da criminalidade violenta, uma vez que essas armas poderiam também ser utilizadas em crimes contra as pessoas.



Disse também que a Polícia Militar de Meio Ambiente tem recebido informações de caça predatória naquela região do Alto Caparaó e essa ocorrência é fruto de um trabalho de vários dias dedicados as averiguações.


Sobre a prática de caça de Javalis, o Tenente esclareceu que o Javali é um animal exótico e caçar o javali depende de uma autorização dos órgãos públicos competentes. Lembrou que a caça de animais silvestres tais como a paca, capivara, tatu, dentre outros nativos do Brasil é proibida.


O oficial comandante do pelotão de policiamento ambiental pediu ainda para que as pessoas continuem confiando nas ações da Policia Militar, informando atividades delituosas e suspeitas diretamente aos militares ou pelo telefone 181 do disque denúncia, a ligação é gratuita e o sigilo é garantido.


Tribuna do Leste – Manhuaçu


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »