15/04/2021 às 13h31min - Atualizada em 15/04/2021 às 13h31min

Microrregião de Manhuaçu avança para a Onda Vermelha do Minas Consciente.

Funcionamento do comércio

 
O Governo de Minas confirmou, na manhã desta quinta-feira (15/04), o avanço da a microrregião de Manhuaçu para a onda vermelha do programa Minas Consciente.


Em relação às microrregiões, as cidades da Grande BH poderão avançar de onda após haver uma redução na fila de pacientes por leitos de UTI, assim como a micro de Manhuaçu, que também controlou a incidência da doença após ter entrado há mais de um mês na onda roxa do Minas Consciente.


O anúncio foi feito por meio de Romeu Zema (Novo), governador de Minas Gerais, durante pronunciamento seguido de entrevista coletiva na Cidade Administrativa, sede do governo, em Belo Horizonte. O chefe do Executivo diz que a decisão acontece após bons resultados do período de maior clausura em todo estado.


"De acordo com isso, com decisões técnicas da Secretaria da Saúde, estamos com várias regiões avançando da onda roxa para a onda vermelha, dentre elas a Região Metropolitana de Belo Horizonte e também a cidade de Curvelo, a microrregião de Manhuaçu e também o total da região Triângulo Norte e Sul, partes que ainda não estavam incluídas. As macro Jequitinhonha, idem, também, a macro Norte, lembrando que apenas parte dela estava, Sudeste e Sul. Então, o estado, provavelmente em termos de área, 60%, 70% dele está agora já na onda vermelha. Uma evolução muito grande", disse Zema.
Relembre como funciona a onda vermelha


A Onda Vermelha do Minas Consciente permite o funcionamento de todas as atividades, desde que cumpram algumas regras, como distanciamento de 3 metros e limitação máxima de pessoas.


Em eventos, a limitação de pessoas será de 30 na onda vermelha, com controle de fluxo na entrada dos estabelecimentos. Em relação aos hotéis e atrativos culturais e naturais, na onda vermelha é permitido 50% da ocupação.


As cidades vizinhas devem adotar as novas medidas e publicar um novo Decreto de acordo com a situação epidemiológica de cada município.


Portal Caparaó

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »