12/04/2021 às 14h13min - Atualizada em 12/04/2021 às 14h13min

Câmara de Dores do Rio Preto vai abrir CPI e apurar desvios do dinheiro da conta

Requerimento foi aprovado

A conta bancária da Câmara Municipal de Dores do Rio Preto ficou zerada após ter sido invadida no dia 30/03. Ao todo, foram retirados R$ 125 mil, que seriam utilizados no pagamento de vereadores e servidores e de outras despesas do Legislativo.


Nenhum suspeito foi identificado. Na ocasião, o Banco (Banestes) foi procurado e descobriu-se que quatro movimentações haviam sido feitas.


O banco abriu uma investigação e pediu um prazo de 30 dias para apurar como e por quem o dinheiro foi retirado. 


Na última sessão da Câmara, o vereador Jefferson Lagares (PSB), pediu a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar os desvios.


"Como cumprimento em minhas obrigações, na condição de vereador no município, em reunião Ordinária da Câmara Municipal de Dores do Rio Preto no dia 8 de Abril de 2021, fiz indicação da abertura de uma CPI (Comissão Especial Parlamentar de Inquérito) para apurar o desvio do dinheiro dos cofres públicos da Câmara Municipal de Dores do Rio Preto. Nossa proposta é dar transparência total e prestar contas à nossa polução", disse Jeferson Lagares.

O Requerimento foi aprovado com a votação de todos os vereadores da Câmara.

Redação DD


Publicidade:

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »