09/04/2021 às 10h57min - Atualizada em 09/04/2021 às 10h57min

Estudo vai calcular os danos causados pela chuva de granizo na agricultura capixaba

Caparaó Capixaba

Municípios do Caparaó Capixaba como Alegre, Guaçuí, São José do Calçado e Jerônimo Monteiro foram prejudicados com as últimas chuvas de granizo que atingiram as lavouras.


Para tentar avaliar os impactos que os produtores rurais sofreram, secretarias e órgãos ligados à área rural e à assistência social se uniram às prefeituras para realizar um diagnóstico dos danos.


“Muitas lavouras de café, banana e hortaliças foram atingidas e moradias rurais também foram afetadas. Nosso objetivo junto ao Governo do Estado e os agentes de crédito estadual é unir forças para ajudar os produtores nesse momento difícil”, destacou o secretário de Estado da Agricultura, Paulo Foletto.


“Mais de 300 famílias no município sofreram perdas significativas: perderam casas, bens e suas plantações. É um sofrimento muito grande”, explicou a secretária do Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social, Cyntia Figueira Grilo.


O diretor-presidente do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Antônio Carlos Machado, ressaltou que a atuação do órgão é na elaboração dos laudos visando dimensionar os estragos e auxiliar o trabalho de retomada da atividade rural.


“Vamos atuar com a orientação técnica para a revitalização das lavouras e na recuperação da produção para o futuro”, pontou.


Por fim, o diretor-presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florstal (Idaf), Mário Louzada, reforçou que a meta é criar ações para ajudar o produtor rural. “Diversos produtores rurais tiveram enormes prejuízos. Nosso objetivo é diminuir o prejuízo e o sofrimento destas pessoas”, ressaltou.

Dia a Dia ES


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »