05/04/2021 às 12h54min - Atualizada em 05/04/2021 às 12h54min

Prefeitos participam de instalação do polo de fruticultura do Caparáo

Novas fontes de renda

Projeto visa contribuir para a diversificação da produção agrícola gerando novas fontes de renda.


Os prefeitos dos municípios que compõem o Consórcio Caparaó participaram da solenidade de instalação do “Polo de Fruticultura para a Região do Caparaó”, na tarde desta última quinta-feira (1). O Polo é um projeto de extensão do Centro de Ciências Agrárias e Engenharias da Universidade Federal do Espírito Santo (CCAE-Ufes), aprovado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que visa contribuir para a diversificação da produção agrícola gerando novas fontes de renda e, consequentemente, melhoria socioeconômica da população envolvida.



O evento, que foi transmitido pela equipe do CCAE-Ufes – Campus de Alegre no Youtube, teve como objetivo apresentar as ações que serão realizadas pelo projeto do Polo de Fruticultura que visa a transferência de tecnologias aos produtores rurais, para a promoção do desenvolvimento da fruticultura na região do Caparaó. Essas ações, assim como o que foi realizado até chegar ao momento da implantação, foram apresentadas pelo coordenador do projeto, professor Moises Zucoloto. 



Ele lembrou que tudo foi iniciado em 2017, baseado num projeto do também coordenador Dirceu Pratissoli, que coincidiu com sua chegada na Ufes, e destacou os objetivo e metas, assim como os impactos e perspectivas originários da iniciativa. São quatro as metas: um diagnóstico da aptidão agrícola da região do Caparaó para a fruticultura, ainda este ano; melhoria da infraestrutura para as capacitações dos envolvidos – também em 2021; instalação da Unidade de Referência Tecnológica (URT) de fruteiras nos municípios envolvidos em, 2022; e realização de minicursos e dias de campo para capacitação, também ano que vem.



Já o reitor da Ufes, professor Paulo Sérgio de Paula Vargas, agradeceu a presença dos prefeitos da região que serão diretamente beneficiados, destacando a importância acadêmica e econômica do projeto, com consistentes possibilidades para extensão nas comunidades e pesquisa científica. “É um salto de inovação no perfil agrícola da região, buscando diversificar o setor com novas alternativas e a tecnologia sendo repassada diretamente para agricultores para melhoria da qualidade e comercialização, o que deverá trazer aumento de emprego e renda”, disse. 



A senadora Rose de Freitas também participou e disse que o Polo é um sonho, como outros que já conseguiu ajudar a concretizar. “Enfrentamos uma odisseia para levar recursos para a Ufes e, inclusive, conseguimos mais recursos para a universidade hoje (quinta-feira, 1)”, afirmou. “Da minha parte, estarei sempre aqui trabalhando pela região e, para concretizar isso, precisamos de sonhadores e de quem pode realizar esses sonhos”, completou.


 

Consórcio
 

Por sua vez, falando em nome dos prefeitos da região, como presidente do Consórcio Caparaó, o prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo, destacou que, com a iniciativa da Ufes e a parceria dos municípios, será possível fazer a transferência de tecnologia, renda e qualidade na produção aos agricultores familiares principalmente. “Quero parabenizar todos os envolvidos, principalmente, os professores Dirceu e Moisés, a senadora Rose – que sempre está na luta para conseguir recursos para o Estado e municípios – e esse Polo é a consolidação de mais um trabalho seu –, além da Embrapa, na pessoa de nosso amigo Dimmy, que é da região e trabalha pela agricultura de nossos municípios”, destacou. 



Lembrando o momento difícil que todos estão vivendo, Luciano colocou o Consórcio à disposição da Ufes e da senadora. “É um momento de muita resiliência, mas com muita fé e diálogo, vamos conseguir superar esse momento tão difícil, desejando que esse polo seja uma das primeiras oportunidades para a retomada da economia da região pós-pandemia”, concluiu o prefeito.



Também estavam presente o vice-reitor, professor Roney Pignaton da Silva, a diretora do CCAE-Ufes, professora Louisiane de Carvalho Nunes, vice-diretor do CCAE-Ufes, professor Giovanni de Oliveira Garcia e os prefeitos Nemrod Emerick (Alegre), Eleardo Brasil (Divino de São Lourenço), Cleudenir José de Carvalho Neto – Ninho (Dores do Rio Preto), Paulo Lemos (Ibitirama), Marcos Luiz Jauhar (Guaçuí), Romário Batista Vieira (Iúna), Edmilson Meireles de Oliveira (Irupi), Sérgio Fonseca (Jerônimo Monteiro), Gesi Antônio da Silva Júnior – Dito (Muniz Freire) e Antônio Coimbra de Almeida – Cuica (São José do Calçado), além do chefe-geral da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Alberto Duarte Vilarinhos.

Fonte: A Notícia do Caparaó 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »