01/03/2021 às 14h18min - Atualizada em 01/03/2021 às 14h18min

Josi Miranda toma posse como Diretora-Presidente do PREVICAP de Caparaó

Previdência dos Servidores

Em sessão solene realizada no Plenário da Câmara Municipal, a servidora Joselene Pinto Miranda Dornelas foi empossada no cargo de Diretora-Presidente do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Caparaó, o PREVICAP. O Prefeito e diversos Vereadores também se fizeram presentes à solenidade.
 

Após as formalidades de praxe, Josi (como é conhecida) prestou o compromisso de cumprir a Constituição da República e a Lei Orgânica do Município, bem como zelar pelo patrimônio do Instituto e pelo respeito aos direitos de seus segurados.


Na oportunidade, o Presidente da Comissão Eleitoral, Adenilson Valério, destacou que o processo de escolha do Diretor-Presidente e dos membros do Conselho Deliberativo transcorreu de maneira aberta e participativa, fruto de intenso trabalho dos atores do processo. Além disso, frisou que as eleições são um importante instrumento para promoção da democracia, porque por meio dela os servidores caparaoenses – tanto aqueles em atividade como os já aposentados – podem ser representados e exercer o controle social.


O Prefeito Diógenis aproveitou a oportunidade para parabenizar a servidora pela vitória, colocando-se à disposição para trabalhar em harmonia com o órgão, visando o bem comum dos servidores, aposentados e pensionistas.


Ao final, a Diretora-Presidente agradeceu a todos que confiaram nela para esse importante cargo e, mesmo reconhecendo se tratar de um desafio, prometeu administrar o Instituto com transparência, ética e seriedade, submetendo os assuntos importantes ao Conselho Municipal de Previdência, para tomada de decisões em conjunto.


Josi Miranda é a segunda segurada a chegar ao cargo de gestora do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) de forma democrática, substituindo o servidor Ricardo de Souza Ferreira, que esteve à frente do PREVICAP de 2013 até atualmente.


Até 2012, os Gestores do RPPS local eram escolhidos e nomeados pelo Chefe do Executivo (Prefeito), fato que gerava inúmeras controvérsias e lançava questionamentos sobre a real isenção dos Diretores.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »