02/02/2021 às 13h18min - Atualizada em 02/02/2021 às 13h18min

Café do Caparaó recebe registro de Indicação Geográfica e de Denominação de Origem pelo INPI

Beba um Caparaó

Safra ES

O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) concedeu o registro de Indicação Geográfica (IG) de Denominação de Origem (DO) para o Café do Caparaó. A oficialização da marca foi publicada hoje, na revista do instituto, dois anos após o depósito do pedido.


O sonhado selo abrange café Coffea arábica em grãos verdes (grão cru), industrializado na condição de torrado e/ou torrado e moído, produzido na região do entorno do Pico da Bandeira, entre Espírito Santo e Minas Gerais.


A área geográfica da Denominação de Origem do Café do Caparaó envolve dez municípios capixabas e seis mineiros. Os trabalhos tiveram início em 2014, capitaneados pelo Sebrae, Ifes (Campus Alegre), Incaper, Associação dos Produtores de Cafés Especiais do Caparaó (Apec) e prefeituras, com consultoria do Instituto Inovates.



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »