10/12/2020 às 16h17min - Atualizada em 10/12/2020 às 16h17min

Café: dedicação e sucessão familiar premiadas em Alto Caparaó

Cafés especiais

Senar MG

O jovem Enos Cortez Emerick, de 23 anos, foi quem começou a produção de café especial na propriedade da família em Alto Caparaó. Neste ano, ele comemorou junto com o pai, Joel Gilmar Emerick, a premiação no 4º Cupping de Cafés Especiais do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do SENAR MINAS. O resultado do comprometimento e do trabalho em sucessão familiar foi divulgado na Semana Internacional do Café.


O café da variedade Bourbon Amarelo esteve entre os melhores na categoria natural, da região das Matas de Minas. Para Enos, o prêmio foi resultado da dedicação da família, somado à confiança no ATeG, oferecido pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES, que levou à fazenda tecnologias, inovação e planejamento.


 

O técnico Sebastião Brinate conta que a participação no ATeG aproximou pai e filho, que conseguiram alinhar seus interesses e investir em mudanças estruturais, como a construção de terreiros suspensos, e melhoria da lavoura.


O investimento no café de qualidade ressignificou a relação da família com a atividade e se tornou uma alternativa para melhorar a lucratividade. Atualmente, Enos produz em sistema agroflorestal e comercializa café torrado, por meio da própria marca, a Café Sítio Cortez.

 

“Meu pai e eu unimos forças. Ele tem muita experiência e eu sempre estive presente ajudando e aprendendo. Para me aprimorar, fiz um curso de agroflorestal, com foco no café, e, desde então, uso práticas sustentáveis na produção, sem adubo e outras intervenções químicas. Acho que esse manejo e cuidado pode ter influenciado bastante na melhoria da qualidade.” - Enos Cortez Emerick, cafeicultor.



“Joel e Enos são um exemplo de sucessão familiar bem-sucedida, mostrando o poder do planejamento, da amizade e da união familiar, que também é uma preocupação do ATeG. Essa premiação vai agregar valor, dar mais visibilidade ao café deles e aumentar a rentabilidade da família.” – Sebastião Brinate, técnico do Programa ATeG.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »