08/12/2020 às 13h09min - Atualizada em 08/12/2020 às 13h09min

DNIT retoma a instalação de radares nas cidades da região

Rodovia BR-262.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) retomou a instalação de radares em Manhuaçu e cidades da região. Além disso, foram feitos questionamentos sobre os buracos e a necessidade de recapeamento do trecho da rodovia BR-262.


Em resposta ao Portal Caparaó, a Assessoria de Comunicação Social do órgão disse que está cumprindo o acordo judicial homologado em julho de 2019 pela Justiça Federal para a instalação de 1.140 radares eletrônicos em todo o território nacional, visando o controle de velocidade em faixas de tráfego com criticidade ‘média’, ‘alta’ e ‘muito alta’.


Conforme a lista de situação de radares, integrante do acordo judicial; constam equipamentos na BR-262 nas localidades de Reduto, Manhuaçu, Realeza, Santo Amaro de Minas, Abre Campo e Rio Casca, que estão sendo instalados nos kms 29,000, 34,317, 34,914, 37,200, 38,500, 39,460, 51,380, 56,700, 93,493, 116,600, 118,500 e 118,900.


O Dnit destacou que os equipamentos são instalados após a aprovação dos projetos e, depois da instalação, passam por aferição do Inmetro. Somente após essas etapas, iniciam a operação, efetivamente.


Ainda de acordo com a assessoria, a substituição dos equipamentos foi devido à entrada de nova empresa como responsável pela fiscalização.

“O DNIT contrata os serviços de fiscalização eletrônica de velocidade por meio de licitação. Os equipamentos instalados pertencem à empresa que venceu a licitação e foi contratada pelo DNIT. Quando o contrato acaba, a empresa deve retirar o equipamento”, informou.


BURACOS

Segundo a Assessoria, o DNIT “trabalha na elaboração do projeto para restauração deste trecho da BR-262 com a previsão de serviços ao longo do ano de 2021, de acordo com a lei orçamentária. Paralelamente a esse projeto está previsto um edital de licitação para manutenção desse trecho”.

Quanto a operação tapa-buraco para a situação atual, o DNIT informou que já demandou à empresa o reforço na equipe que realiza este serviço da divisa com de Minas Gerais com o Espírito Santo até Matipó.

Portal Caparaó


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »