01/12/2020 às 16h16min - Atualizada em 01/12/2020 às 16h16min

Vereador eleito em Dores do Rio Preto está entre os investigados pelo TCU por fraude no Auxílio Emergencial

Patrimônio incompatível

O Tribunal de Contas da União (TCU) está investigando nove eleitos no Espírito Santo por fraude no auxílio emergencial, entre eles, o vereador eleito em Dores do Rio Preto Antônio Raimundo Oliveira Amaral (Cidadania).


Os outros oito nomes são: o prefeito eleito de Brejetuba, Levi Marques da Silva (PDT); o futuro vice-prefeito de Vila Pavão, Vantuil Schraiber, o Tuila (PROS); o novo vereador de Aracruz Artemio Rossoni (PSB); o vereador eleito em Cachoeiro do Itapemirim  Leonardo Camargo (PL); e os novos vereadores Celso Luiz Guzzo (PSD) e Eraldo Poleze (PV), ambos de João Neiva. Constam ainda o vereador eleito em Viana Edilson José Endlichi (Podemos, além do vereador eleito em Governador Lindenberg Valtencir Ghisolfi (PV).


De acordo com a declaração de bens feita pelos candidatos, eles têm patrimônio incompatível com o programa de benefício social, que atende somente pessoas cuja soma de bens vai até R$ 300 mil.

No caso do vereador eleito em Dores do Rio Preto, Antônio declarou bens no total de R$ 873 mil, de acordo com a justiça eleitoral. 


 

Fonte: Rafael Silva - A Gazeta


* O Destaque Diário está aberto para a defesa do candidato eleito aqui citado. 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »