30/11/2020 às 15h24min - Atualizada em 30/11/2020 às 15h24min

MPMG denuncia três pessoas acusadas de roubar e matar padre em Manhumirim

Roubo seguido de morte

Tribuna do Leste

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) ofereceu denúncia contra três homens acusados de roubar e matar um padre em Manhumirim. Os três foram denunciados por roubo seguido de morte (artigo 157, §3º), com as agravantes de terem cometido o crime por motivo torpe e utilizando meio cruel (art. 61, II, “a” e “d”). O mentor do crime também poderá ter a pena agravada por ter induzido os outros a cometer o delito (art.62, II, todos do Código Penal).


Segundo a denúncia, os três réus ajustaram previamente o plano. No dia 13 de outubro, um dos acusados, precisando pagar uma dívida de droga e ciente dos bens patrimoniais da vítima, a levou até um lugar afastado, onde desferiu 24 golpes de canivete contra ela, que morreu no local.


Em seguida, o denunciado subtraiu a quantia de R$ 300, um aparelho celular e o carro da vítima. Foi então até a casa de outro acusado e, os dois juntos, esconderam o carro em um matagal. Já com o terceiro denunciado, acertaram que levariam o carro para ser vendido no Rio de Janeiro e que o dinheiro seria dividido entre os três. A viagem ocorreu no mesmo dia, no entanto, no percurso eles bateram o carro, que foi então abandonado na BR-040, no município fluminense de Duque de Caxias. O celular foi vendido e o dinheiro dividido entre eles.


Ainda na tarde do dia 13, o homem que desferiu os golpes voltou ao local do crime e arrastou o corpo da vítima para o meio de um bambuzal com o intuito de ocultar o cadáver. No dia seguinte, retornou ao local com duas garrafas pet cheias de gasolina, jogou o líquido sobre o cadáver e ateou fogo.


Dois dos denunciados estão presos e um está foragido. A denúncia foi protocolada na 2ª Vara Criminal de Manhumirim.


Fonte: Ministério Público de Minas Gerais


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »