06/11/2020 às 15h01min - Atualizada em 06/11/2020 às 15h01min

Governo do Rio anuncia concurso público para a Polícia Civil com 864 vagas

Concurso

O governador em exercício Cláudio Castro e o secretário de Polícia Civil, Allan Turnowski, anunciaram nesta quarta-feira, 4, durante uma live, a abertura de concurso público para a Polícia Civil.


Serão 864 vagas para os mais diversos cargos: perito legista (54 vagas), inspetor de polícia (597), técnico policial de necropsia (16), auxiliar policial de Necropsia (12), delegado (47), perito criminal (20) e investigador policial (118). Os cargos terão exigência para os níveis superior, médio e fundamental.


A realização do concurso da Polícia Civil está de acordo com as regras do Regime de Recuperação Fiscal. Na primeira etapa, serão convocados 73 aprovados. Até 2022, serão chamados os outros selecionados, conforme disponibilidade de vagas.


 

Concurso PC RJ 2021: bancas contratadas

 

Antes da nova autorização, divulgada no dia 05 de novembro de 2020, o concurso da Polícia Civil RJ já tinha as suas duas bancas oficialmente definidas! O Instituto Acesso seria responsável por organizar todas as etapas do certame para o cargo de Delegado.

Por sua vez, o Instituto AOCP coordenaria o concurso para as oportunidades de Perito Legista, Perito Criminal, Investigador, Inspetor, Técnico de Necropsia e Auxiliar de Necropsia.


 

Concurso PC RJ anterior: requisitos básicos

 
  • Nacionalidade brasileira ou portuguesa, desde que amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses;
  • Idade mínima de 18 anos completos;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais e em pleno gozo dos direitos civis e políticos;
  • Estar quite com as obrigações do serviço militar, para candidatos do gênero masculino;
  • Firmar declaração de não estar cumprindo sanção por inidoneidade;
  • Não ter sido demitido de qualquer cargo ou emprego público, em decorrência de processo administrativo disciplinar ou por justa causa;
  • Não registrar antecedentes criminais incompatíveis com o exercício do cargo;
  • Não ter sofrido execução judicial, bem como não ter sido condenado em ações cíveis desabonadoras, observada a contumácia e as razões do inadimplemento da dívida;
  • Possuir, até a data da posse, diploma de curso superior devidamente registrado;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;
  • Não estar incompatibilizado para nova investidura em cargo público;
  • Ser considerado APTO em Exame Médico Pré-Admissional;
  • Ter a deficiência de que é portador considerada, mediante perícia médica, compatível com as atribuições do cargo, quando for o caso;
  • Possuir, pelo menos, CNH na categoria “B”.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »