03/11/2020 às 13h42min - Atualizada em 03/11/2020 às 13h42min

PM de Meio Ambiente realiza ações para coibir a pesca ilegal na piracema

Período de defeso

Entramos no período da Piracema. Durante esse fenômeno, os peixes de piracema necessitam fazer um esforço físico intenso para a subida ao rio. Isso aumenta a produção de hormônios e queima de gordura, melhorando o processo reprodutivo. Alguns chegam a nadar centenas de quilômetros em poucos dias.


Esse fenômeno ocorre com várias espécies de peixe ao redor do mundo se inicia a partir do dia 1° de novembro e vai até o dia 28 de fevereiro do ano seguinte.

 

O período de defeso é fundamental para preservar o período da reprodução dos peixes e ainda, para proporcionar que os peixes juvenis possam povoar o rio, por isso, nesse período as regras para a pesca mudam.


Nesse primeiro dia de defeso, a equipe da Polícia Militar de Meio Ambiente em Manhuaçu, patrulhando as margens do rio, no município de São João do Manhuaçu avistou dois indivíduos na prática da com uso de redes de emalhar. Os autores ao avistarem os militares evadiram tomando rumo ignorado abandonado no local uma moto Honda CG 150, quatro redes de emalhar, que totalizaram 23 metros e um aparelho celular entre outros objetos.


Um dos militares entrou nas águas do rio e conseguiu apreender uma rede que se encontrava já armada no curso d'água. Os militares identificaram o proprietário da motocicleta, que deverá comparecer a sede da Polícia Militar de Meio Ambiente e quanto aos materiais e a motocicleta, esses foram apreendidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Manhuaçu. 


O Comandante do 3º Pelotão PM de Meio Ambiente, Tenente Rodrigues, informou que para pesca nesse período, o pescador deve procurar informações junto ao IEF (http://www.ief.mg.gov.br/pesca/piracema) e manter seu cadastro em dia, lembrando que a carteirinha de pesca é documento obrigatório.

O oficial ainda alerta que há regras para os comerciantes de pescado, os quais devem efetuar o registro no IEF-MG do pescado in natura, congelados ou não e realizar a declaração de estoque até o dia 04 de novembro e todo esse produto deverá estar acompanhando de comprovação de origem. Aqueles que comercializam equipamentos e petrechos de pesca devem obter licença junto ao órgão ambiental competente para exercer sua atividade.


“A Polícia Militar de Meio Ambiente estará nesse período intensificando suas ações para coibir o crime e as infrações ambientais relacionadas a pesca ilegal, cuidando assim de proteger o período reprodutivo dos peixes em nossa região e solicita que as pessoas respeitem esse período como forma de preservar a própria existência”, afirma o Tenente Rodrigues.

Portal Caparaó


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »