02/11/2020 às 15h25min - Atualizada em 02/11/2020 às 15h25min

Moradores de Dores do Rio Preto reclamam de mau cheiro causado por lagoas de efluentes de laticínio

Dores do Rio Preto

O mau cheiro tem incomodado os moradores do Centro de Dores do Rio Preto. O forte odor, segundo eles, tem origem em lagoas de efluentes usadas pela Laticínios Porto Alegre.  Essas lagoas, que ficam próximas à fábrica, no Centro do município, são os locais para onde é escoada a água usada para lavar os equipamentos da empresa e também os tanques de caminhões.

O líquido é cheio de resíduos de leite e gordura que, estagnados e expostos ao tempo, geram o cheiro desagradável.

A secretaria municipal de Meio Ambiente tentou acabar com o problema, mas sem sucesso. “Essa denúncia chegou até a secretaria. A laticínios entrou com o processo de licenciamento ambiental em Cachoeiro, não foi conosco. Essa licença foi emitida por lá, portanto, não temos jurisprudência para qualquer ação contra a empresa. Mas encaminhamos a denúncia ao Idaf e o órgão fiscalizou e questionou a maneira como está sendo realizado o tratamento. Além disso, a secretaria enviou um comunicado denunciando a situação para o Ministério Público. O que pudemos, nós fizemos, mas não fomos atendidos. A secretaria é próxima ao laticínio e o cheiro incomoda até quem está trabalhando. É insuportável. Imagine quem mora pro lado. Enfim, fizemos uma série de ações, mas não conseguimos nada por enquanto”, explica o secretário de Meio Ambiente de Dores do Rio Preto, Juan Senna.

Fonte: Aqui Notícias

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »