25/08/2020 às 16h22min - Atualizada em 25/08/2020 às 16h22min

PC prende homem em Manhumirim acusado de golpes com sites falsos de leilões de carros

Operação Fake Hammer

A Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu mandado de prisão temporária de um rapaz em Manhumirim nesta terça-feira, 25/08. Ele é acusado de aplicar golpes utilizando sites falsos de leilões de veículos.


A operação conjunta das Polícias Civis de Minas Gerais e de São Paulo. Equipes da 6° Delegacia Regional de Manhuaçu cumpriram três mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão em Manhumirim. A ordem judicial foi emitida pelo juiz da 2ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo (SP).

 

O grupo utilizava sites falsos de leilões de veículos para praticar estelionato. Foi um longo trabalho de investigação com coleta e análise de dados temáticos visando coibir a prática de falsos leilões que já atingem mais de cinquenta mil vítimas no país.


FAKE HAMMER


Segundo o Delegado Regional de Polícia Civil, Dr. Carlos Roberto, a operação Fake Hammer foi realizada em conjunto com a Polícia Civil de São Paulo. “O rapaz é programador, formado na área de sistemas de informação, e foi preso nesta manhã. Em conjunto com diversos outros elementos formaram uma quadrilha (organização criminosa) e vinham aplicando golpes em todo o país através de sites falsos de leilões de veículos. Foram cumpridos também mais três mandados de busca e apreensão em Manhumirim e foram apreendidos computadores, discos rígidos e outros equipamentos de informática”, detalhou.
 

O delegado explicou que havia denúncias em relação a esse tipo de golpe na região, pois ultimamente se avolumaram reclamações sobre isso. “Havia sinais que alguém estava agindo por aqui, disparando links através de redes sociais e por whatsapp para os alvos (pessoas interessadas na compra de veículos)”.
 

A investigação foi conduzida pela Delegacia Especializada em Crimes Virtuais de São Paulo. Mais de 20 pessoas estão sendo investigadas e cerca de trinta mandados de busca e apreensão cumpridos. O rapaz preso em Manhumirim será encaminhado para São Paulo.



ALERTA
 

Dr. Carlos Roberto orienta pessoas que estão interessadas em comprar veículos, seja em sites de internet ou mesmo em loja física, que redobrem a atenção. “Não existe nada muito barato. Tudo tem o seu preço de mercado. Esses indivíduos se aproveitavam oferecendo carros em leilões sobre o pretexto de que leilão é muito barato e que vale muito a pena. Oferecendo bens que custam 200 mil por 80, 100 mil reais, pela metade do preço. Algumas pessoas caíram nesse golpe. Somente na nossa região os prejuízos beiram a 1 milhão de reais. Quem permite que isso aconteça é a vítima que deixa de adotar cuidados. Se não está acostumado a fazer comprar virtuais, procure outra pessoa especializada e tome os cuidados devidos”.


No caso do esquema derrubado nessa operação, os sites estão sendo retirados do ar.


A operação recebeu o nome de Fake Hammer (uma tradução para martelo falso) numa alusão à modalidade de golpe por leilões.



Portal Caparaó com informações da Polícia Civil


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »