05/08/2020 às 16h05min - Atualizada em 05/08/2020 às 16h05min

CRAS de Espera Feliz divulga campanha “Sinal vermelho contra a violência doméstica”

Pedido de ajuda

Mulheres em situação de violência são infelizmente uma realidade em todo o Brasil e, também no município de Espera Feliz. 


E em tempos de isolamento, elas enfrentam mais um problema: a dificuldade em denunciar os agressores. Diante desse cenário, o CRAS de Espera Feliz aderiu a campanha Sinal Vermelho contra a violência doméstica. A iniciativa tem como foco ajudar mulheres em situação de violência a pedirem ajuda nas farmácias do município.

 


O objetivo da campanha é oferecer um canal silencioso, permitindo que essas mulheres se identifiquem nesses locais e, a partir daí, sejam ajudadas e tomadas as devidas soluções. É uma atitude relativamente simples, que exige dois gestos apenas: para a vítima, fazer um X nas mãos; para a farmácia, uma ligação.


O protocolo é, de fato, simples: com um “X” vermelho na palma da mão, que pode ser feito com caneta ou mesmo um batom, a vítima sinaliza que está em situação de violência. Com o nome e endereço da mulher em mãos, os atendentes das farmácias e drogarias que aderirem à campanha deverão ligar, imediatamente, para o 190 e reportar a situação.





Roseane Martins, psicóloga técnica de referencia do serviço de assistência e proteção social básica do município, ressaltou que o CRAS alinhou a campanha do sinal vermelho com a campanha do agosto lilás, que é pelo fim da violência domestica e familiar, com o objetivo de sensibilizar e conscientizar a sociedade da necessidade do fim desse tipo de violência contra a mulher. 
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »