25/06/2020 às 16h57min - Atualizada em 25/06/2020 às 16h57min

Suspeito de gerenciar tráfico de drogas é preso no ES pela PC de Manhumirim

Combate ao Tráfico

Um gerente de tráfico, que movimentou cerca de R$ 1 milhão no último ano, foi preso, na manhã desta quinta-feira (25/06), na Grande Vitória (ES). Apesar da distância, ele atuava do Espírito Santo como responsável financeiro de um grupo criminoso em Manhumirim, Minas Gerais.

Procurado pela polícia mineira, o suspeito Luiz Carlos, de 30 anos, foi preso e encaminhado à uma delegacia de Vitória. Ele foi detido dentro de uma residência, onde estava vivendo há cerca de um ano, em Jacaraípe, na Serra.

 

Policiais do Espírito Santo ajudaram na operação desencadeada pela Polícia Civil de Manhumirim. O homem estava vivendo no local, considerado de médio padrão, com a esposa e dois filhos pequenos. Além deles, no momento da prisão, dois amigos estavam na residência. Um carro que era utilizado para práticas ilícitas foi apreendido no local. Além de pouco mais de R$ 1 mil em dinheiro e um passaporte no nome do investigado, com registros de várias viagens.


O homem, segundo a polícia, atuava como gerente do tráfico de drogas de uma facção que comercializa entorpecentes na região de Manhumirim, no interior de Minas Gerais.


Antes de ser levado de volta para Minas Gerais, o traficante foi ouvido na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Vitória. Ele alegou que havia deixado o tráfico, não estaria mais traficando, e que veio para o Espírito Santo para ficar mais tranquilo. Mas as investigações confirmaram que ele continuava atuando para o tráfico da cidade de origem, mesmo estando no estado capixaba.


Depois de ser ouvido, o indivíduo foi levado para a prisão, em Minas Gerais, ainda na manhã desta quinta. Segundo a polícia, ele já tem outras passagens pela Justiça mineira.


O Delegado Glaydson de Souza Ferreira explica que foram representados pelo bloqueio de valores em contas dele e de outros investigados. “As ações de hoje visam o estrangulamento financeiro da organização criminosa, já que é consabido que prisões não são mais suficientes para combate à criminalidade organizada”, destacou.


A ação foi realizada pela Delegacia de Polícia Civil em Manhumirim e, simultaneamente, foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Coronel Fabriciano e Contagem. As investigações prosseguem em andamento.

Redação Folha Vitória

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »