25/06/2020 às 14h01min - Atualizada em 25/06/2020 às 14h01min

Hospital de Guaçuí pede a população que aumente o isolamento

Escassez de medicamentos

90,5FM

Hospitais de pelo menos 20 Estados enfrentam neste momento a dificuldade de conseguir comprar medicamentos para pacientes com Covid-19. Este problema é consequência de uma crise farmacêutica que atinge o mundo todo. Na Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí o estoque atual que deve durar apenas sete dias.


Produtos utilizados em procedimentos de sedação e em pacientes conectados a respiradores pulmonares estão em escassez mundial, pela falta da matéria-prima necessária para produzi-los.


“Diante dessa situação, a instituição vem buscando incansavelmente o fornecimento desses medicamentos através de empresas parceiras, mas nenhuma delas possuem os itens em estoque e estão sem previsão de entrega dos mesmos”, informa a Santa Casa.


E enquanto as empresas não fabricarem os medicamentos e insumos necessários para atender a demanda do mercado, a única solução paliativa, segundo o hospital, é que a população aumente o isolamento social, no intuito de evitar que mais pessoas se contaminem.


“Solicitamos também a ajuda de autoridades do Legislativo, Executivo, Judiciário e Ministério Público e deixamos mais uma vez o pedido: A sua saúde não pode esperar, fique em casa por você e por nós”, conclui a instituição.


Os principais medicamentos que estão em falta no mercado são: Rocurônio, Atracúrio, Cisatracúrio, Suxametônio, Pancurônio (relaxantes musculares) e Fentanila, Midazolam, Cetamina, Sulfentanila, Remifentanila (anestésicos).

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »