12/03/2020 às 20h51min - Atualizada em 12/03/2020 às 20h51min

ES registra 130 falsos profissionais de educação física durante fiscalização

3 Casos na região

Folha Vitória

Os dados são do Conselho Regional de Educação Física (CREF1) e do total da ocorrência, 76% eram estudantes.

De janeiro a dezembro de 2019, o Conselho Regional de Educação Física (CREF1) flagrou 130 falsos profissionais atuando no Espírito Santo, um aumento de 14% comparado ao mesmo período do ano anterior. Do total de ocorrências, 76% eram estudantes (99 casos). Além desses, também foram constatadas 321 irregularidades nos estabelecimentos do estado e 132 incursões foram realizadas a pedido do Ministério Público do estado.

 

Durante as fiscalizações, foram detectadas a atuação ilegal da Educação Física em 22 modalidades, com destaque para a Musculação, que figura entre a mais recorrente com 75 casos, seguido pela Ginástica com sete e Circuito com oito.


No ranking dos municípios com maior incidência de exercício ilegal, Serra se mantém em primeiro lugar com um crescimento expressivo de flagrantes: de 22 em 2018 para 40 em 2019. Segmentado por modalidade, a Musculação apresentou 27 casos, seguido por Ginástica com três e Personal com dois.


No segundo lugar está Vitória com 21 casos, cidade que também apresentou um aumento no total de flagrantes já que no ano anterior o número de casos era de apenas quatro. No ranking das modalidades mais flagradas no município, a Musculação ficou em primeiro (seis), Circuito em segundo (três) e empatadas em terceiro estão Beach Tennis e Cross Training (dois). Em terceiro ficou Linhares, com 14 casos, seis dos quais em Musculação, seguidos por Personal Trainer, com três, e Treinamento Funcional com dois. Dentre os municípios da região do Caparaó que apresentaram apenas uma ocorrência de exercício ilegal estão: Alegre, Ibatiba e Dores do Rio Preto.

 
 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »