27/01/2020 às 14h26min - Atualizada em 27/01/2020 às 14h26min

Espera Feliz tem mais de 1.500 desabrigados

Tragédia

Pelo menos 10 mil habitantes foram afetados. Comércio, bancos e Executivo não funcionam nesta segunda-feira (27).


O município de Espera Feliz ficou completamente destruído após as fortes chuvas que atingiram a região na sexta-feira (24) e no sábado (25). Pelo menos 1.500 pessoas estão desabrigadas na cidade.

Segundo o Prefeito Carlinhos Cabral, a cidade foi devastada pelo temporal.

"O rio subiu de dois a três metros em um período muito rápido. Estimamos que 75% da cidade foi invadida pela água. É uma situação nunca vista antes em Espera Feliz, nossa cidade acabou.", afirmou o prefeito.


 

Espera Feliz, com aproximadamente 25 mil habitantes, foi arrasada por enchentes, deslizamento de terra, problemas de estrutura nas pontes que servem de entrada ao município.

A secretária de Governo e Gestão, Vera Lúcia Grillo Ramos, explicou à reportagem que um decreto de situação de emergência foi enviado ao Governo de Minas Gerais na última sexta-feira (24). Entretanto, a Administração Municipal está considerando o caso como calamidade pública, porém não conseguiu acesso ao prédio do Executivo para formalizar a situação.


 

Conforme a secretária de Governo explicou, a estimativa é de que oito mil pessoas chegaram a ficar desalojadas, em abrigos, igrejas e casas de familiares desde sexta-feira.

A Prefeitura está realizando o levantamento e afirmou que mais de 1,5 mil pessoas perderam tudo nas residências, e não podem mais retornar, o que as caracteriza com desabrigadas.

 

Ainda há pontos onde o fornecimento de energia não foi restabelecido. Já em relação ao abastecimento de água, a Copasa informou ao município que canos que levam o produto às residências foram rompidos durante a tempestade. Às 7h desta segunda-feira, foi restabelecido o fornecimento, porém de forma emergencial.

Seis dos sete postos de saúde do Programa de Saúde da Família (PSF) foram inundados e afetados. Apenas a unidade localizada na Zona Rural funciona sem comprometimentos.

O prefeito também revelou que as quatro pontes que ligam a cidade estão interditadas com risco de desabamento. Para acessar Espera Feliz e transitar entre partes do município, é preciso passar por um contorno não asfaltado por fora da cidade.

"Nossa situação é muito crítica. Temos mais de 10 mil pessoas que estão com problemas, pessoas que perderam tudo. Foi a pior enchente que já ocorreu na cidade.", relatou Cabral.

Nesta segunda, não há expediente no prédio da Prefeitura, entretanto Carlinhos afirmou que todos os servidores estão a postos para trabalhar na limpeza da cidade e na ajuda aos desabrigados.

O prefeito Carlinhos Cabral afirmou que ainda não recebeu verbas de emergência. Uma equipe da Defesa Civil Estadual e do Corpo de Bombeiros de Valadares estiveram no local no domingo (26).




Fonte: G1

 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »