25/10/2018 às 13h18min - Atualizada em 25/10/2018 às 13h18min

Pronto Socorro de Carangola poderá fechar as portas

Diretoria da Casa de Caridade de Carangola confirma que Pronto Socorro poderá fechar as portas em decorrência da falta de repasse do Município e do Estado de MG.

Segundo a diretoria do hospital, a Prefeitura Municipal de Carangola não vem cumprindo com o pagamento mensal de seu compromisso para manter o funcionamento do Pronto Socorro da Casa de Caridade de Carangola no Serviço de Rede de Urgência e Emergência e a dívida já ultrapassa a R$1.150.000,00. Com isso, a Casa de Caridade de Carangola, vem assumindo esse serviço e poderá, com essa dívida do município de Carangola, afetar o funcionamento do pronto-socorro, que vem atendendo a Carangola e toda a região. Além da falta de repasses pelo munícipio de Carangola, a Casa de Caridade vem sofrendo também a falta repasse por parte do estado de MG e até mesmo do Governo Federal. Alguns convênios também tem atrasado o repasse ao hospital, o que contribui para o agravamento da situação. O somatório do déficit de repasses à Casa de Caridade feitos pelo munícipio, estado e convênios, ultrapassa os 10 milhões de reais.

A direção da Casa de Caridade informou que se reunirá até o dia 10 de novembro para deliberar sobre a situação e comunicar ao município o que for resolvido, mas já adianta que sem o repasse Municipal, interromperá as atividades do Pronto-socorro, deixando de fazer parte da Rede de Urgência e Emergência. 



Fonte: Carangola Notícias



 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »